Individual

Postado em Psicologia Clínica

PSICOTERAPIA INDIVIDUAL

É um processo de atendimento psicoterápico onde o profissional psicólogo atende apenas um paciente por vez, salvo quando da entrevista inicial para atendimento a menores de idade onde os pais e/ou responsáveis comparecem para relatar suas dúvidas e preocupações quanto ao comportamento do possível paciente, ou quando o paciente adulto por motivo maior não se encontra capacitado à dar informações sobre seu comportamento ou conduta. O processo é realizado com entrevistas, testes e outras técnicas psicoterápicas, dependendo da faixa etária do paciente.

Avaliação Psicodiagnóstica

constitui um processo de avaliação psicológica no espaço clínico, o qual compreende entrevistas e a utilização de testes psicológicos, podendo figurar como um precedente a um possível tratamento psicoterápico. O objetivo principal é realizar uma investigação dinâmica e global da personalidade, que é qualificada como um mecanismo em desenvolvimento e cujos componentes encontram-se em interação.

Psicoterapia de Adolescentes

A adolescência é uma fase do desenvolvimento humano que tem o seu inicio no fim da infância e vai até o começo da vida adulta. Fase que não possui uma faixa etária claramente delimitada, que corresponde a puberdade, mas que pode durar além dela. Como toda fase de mudança, a adolescência se apresenta como um período de crise, que pode ser muito delicado e muito criativo ao mesmo tempo. A psicoterapia com adolescentes tem como principal objetivo ajudar o jovem a se tornar o adulto que deseja vir a ser, auxiliando na elaboração dos lutos característicos dessa fase e na gradativa conquista da autonomia e de sua identidade.

Ludoterapia

É uma técnica psicoterápica utilizada ao tratamento infantil atraves da qual a criança ao brincar libera a tensão, frustração, insegurança, medos e até mesmo a agressividade. As crianças são encaminhadas pelos adultos para fazer a ludoterapia. Os brinquedos são de vital importância para o desenvolvimento e a educação da criança, por propiciar o desenvolvimento simbólico, estimular sua imaginação,  capacidade de raciocínio e a sua auto-estima. Durante as sessões é dada a oportunidade da criança libertar os seus sentimentos e problemas através da brincadeira, ajudando o terapeuta a entender seus problemas emocionais.